Raios de Vivência











Há muito tempo venho pensando nesta questão…

Já discutimos relação professor -aluno e atualmente

vejo uma necessidade cada

vez maior de discutir a relação professor-pais.

A escola deve trabalhar em conjunto com os pais que muitas vezes vem

muito armados pra cima do professor.

Reunião de pais que deveria ser o momento de troca acaba virando um

ataque.

Talvez os pais estejam entrando demais no espaço escolar o que no meu ver é

prejudicial, principalmente quando querem realmente interferir em nossa

rotina escola. Quando falo interferir é nesse sentido mesmo! Eles escolhem

onde seus filhos devem sentar, com quem pode e não pode converar..

Sobre isso tem muito o que falar!!!

Como deve ser a relação professor-pais? De que forma ela deve acontecer?

É..galera o negócio sério. Vocês sentem esta dificuldade?

Vem compartilhar com a gente!!!

Bjoss

Anúncios


{setembro 27, 2009}   GRUPOS OU EQUIPES DE TRABALHO?

foto_equipesAo observar a maneira como as pessoas entendem os grupos ou as equipes de trabalho no dia a dia, pude perceber que as pessoas têm feito cada dia mais o seu papel, apenas isto já lhes basta. Não procura, não ajuda, não cria. Apenas cumpre ordens individualmente separando as tarefas como partes incomuns, esquecendo que aquela partezinha faz parte de um todo. Algumas situações presentes dentro do âmbito escolar me intrigaram, me fizeram lembrar da época de faculdade, onde equipe era como um corpo. Um necessitava do outro para crescer junto! Sem egoísmo, sem individualidade, sem preconceitos, sem ganância pela fama. Éramos visto como um todo, onde cada um tinha sua função, e uma complementava a outra. As diferenças eram respeitadas, as experiências trocadas, o crescimento de todos era fundamental! Não sei se estou errada ao escrever isto, porém, vejo que esse “senso” de compartilhar e de auxiliar as pessoas têm se perdido. O que vamos ganhar com tal trabalho… Mérito pessoal? Penso que uma equipe que cresce torna-se mais rica do que aquele que cresce sozinho! Sabe por quê? Porque ele não trocou experiências, ele não se envolveu, ele não viu o outro lado das coisas. Ele apenas teve sua visão sobre o assunto e executou mecanicamente.

E você… prefere o que? Trabalhar em grupo ou ter uma equipe?

 E com as crianças? É diferente?

“UM GRUPO É MUITO MAIS DO QUE AJUNTAR CARTEIRAS OU ESTAR JUNTO À ALGUÉM. VAI ALÉM DA DIVISÃO DE TAREFAS E MAIS AINDA NA EXECUÇÃO DELAS. ESSES CONCEITOS NOS FAZEM CRESCER, AJUDANDO NA PERCEPÇÃO DE QUEM SOMOS NÓS NOS DIFERENTES GRUPOS, SEMPRE CONSIDERANDO QUEM É O OUTRO.” (Erika Ramos e Ana Paula Mota em Trabalho de conclusão de curso de Pedagogia)

Definições esclarecedoras…

GRUPO  gru.po sm (ital gruppo, do germ) 1 Certo número de pessoas reunidas. 2 Sociol Conjunto de pessoas que têm os mesmos sentimentos, representações e juízos de valor e apresentam os mesmos tipos de comportamento. 3 Pequena associação. 4 Reunião de objetos formando um todo distinto.

EQUIPE  e.qui.pe sf (fr équipe) 1 Conjunto de dois ou mais indivíduos que, juntos, tomam parte em uma competição esportiva.

  



imagesMães trabalhando fora o dia inteiro,

 famílias  ausentes…

E os filhos? Onde estão nesta história toda?

 Sozinhos?

Quem são as companhias do seu filho

 enquanto você não está em casa?

É preciso ficar atentos 

 as crianças têm dedicado muito do seu tempo em casa

Com jogos de vídeo game.

Nas escolas não se fala em outra coisa se não nos jogos “irados”

Cheios de efeitos especiais que os games oferecem.

O problema é que a maioria das vezes

Os pais desconhecem o conteúdo desses jogos

E não fazem idéia do quanto eles podem ser prejudiciais

Selecionei uma lista com os dez jogos mais violentos

Que as crianças adoram:

 

Resident Evil 4: “O jogador é um agente das forças especiais enviado para resgatar a filha seqüestrada do Presidente. Durante o primeiro minuto de jogo, é possível ver o corpo pendurado de uma mulher… com um tridente lhe atravessando a cara”.

Grand Theft Auto: San Andreas: “O jogador assume o papel de um jovem que trabalha para gangs a fim de obter respeito. Suas missões incluem assassinato, roubo e destruição em todos os níveis imagináveis. O jogador recupera sua saúde visitando prostitutas para depois recuperar seu dinheiro espancando-as até matá-las. O jogador pode causar tantos desastres quanto desejar sem realizar nenhum progresso na trama do jogo”.

God of War: “neste game o jogador personifica um guerreiro sem compaixão que procura se vingar dos deuses que o enganaram para assassinar a sua própria família. Os prisioneiros são queimados vivos e o jogador pode usar ‘movimentos mortais’ para acabar com seus oponentes, como partir uma vítima ao meio, por exemplo.”

Resident Evil 4:NARC: “O jogador pode assumir o papel de dois agentes da divisão de narcóticos que tentam tirar das ruas uma perigosa droga e acabar com o KRAK, além do cartel que a distribui, enquanto se expõe a tentações que incluem dinheiro e drogas. Para aumentar suas habilidades, o jogador consome drogas que incluem maconha, Quaaludes, extasi, LSD e “Liquid Soul”, que lhe permitem arrancar a cabeça de seus inimigos”.

Killer 7: “O jogador assume o controle de sete assassinos que devem combinar suas habilidades para derrotar um grupo de monstruosos terroristas suicidas. O jogo eventualmente conduz a um conflito mundial entre os Estados Unidos e o Japão. O jogador coleta o sangue das suas vítimas para se curar, enquanto deve cortar o pulso para retirar o sangue e achar passagens ocultas”.

The Warriors: “Baseado num filme de ação dos anos 70 que impôs novos padrões de ‘violência artística’, trata de uma gang de rua que luta em Nova York para fazer-se de um território próprio. O jogador pode dar diversos comandos a sua gang, incluindo ‘caos’, que a leva a destruir tudo que encontra pela frente”.

50 Cent: Bulletproof: “O jogo é imaginativamente baseado no estilo de vida do mafioso do raper Curtis ‘50 Cent’ Jackson”. O jogador se envolve em tiroteios do submundo e saqueia os corpos de suas vítimas por dinheiro para comprar novos discos de 50 Cent. Cabe destacar que o Office Of Film And Literature Classification (OFLC, o órgão responsável pela classificação de filmes, livros e vídeo games) se negou a classificá-lo, proibindo o jogo em todo o país ao considerá-lo “inadequado para todos”.

Crime Life: Gang Wars: “O jogador é o líder de uma sanguinária gang de rua que passa o tempo brigando, recrutando novos soldados, saqueando e, depois disso, brigando mais ainda. O jogador pode vagar pelas ruas e brigar ou matar a qualquer momento sem um motivo aparente”.

Condemned: Criminal Origins: “O jogador é um caçador de assassinos em série do FBI, num dos primeiros títulos disponíveis para o Xbox 360. O jogo estimula o uso de armas brancas e de armas de fogo, permitindo que aos jogadores usem praticamente qualquer objeto do cenário como arma. Os gráficos realistas permitem um novo nível de detalhamento das lesões, especialmente naquelas onde os ‘golpes são mortais’.

True Crime: New York City: “O jogador é um polícial de Nova York procurando informações sobre a misteriosa morte de um amigo. O jogador pode incriminar civis inocentes e extorqui-los para conseguir um dinheirinho extra”.

 

Lembre-se! 

A criança precisa de cuidados, precisa ser orientada.

Ela cegou no mundo agora

Precisa de alguém que a firme em valores,

Que a ajude no caminhar.

Proibir muitas vezes instigam a curiosidade da criança.

É preciso que ela conheça o porque está sendo privada do jogo.

 O segredo é ficar alerta, orientar sempre.



{outubro 15, 2008}   FELIZ DIA DOS PROFESSORES!!!

SOU UMA PROFESSORA:

 

VOCÊ PODE NÃO ME VALORIZAR…

E UMA CHATA ME ACHAR,

MAS QUEM TE ENSINOU O BE A BÁ?

QUEM TE ENSINOU QUE NÃO PODE MACHUCAR?

NÃO PODE DECEPCIONAR…

PARA O AMIGUINHO NÃO FRUSTRAR?

 

PAPAIS ACHAM QUE SÓ BRINCAMOS…

MAMÃES QUE SÓ DANÇAMOS…

NA REALIDADE?

                                           ENSINAMOS…

 

                                        ENSINAMOS A QUE?

                                       A SER COMPETENTE,

                                     A SER CONSCIENTE,

                                      A SER SEMPRE PRESENTE!

 

                                                     PORTANTO, VALORIZE CADA CONHECIMENTO,

                                   CADA CONCEITO E DEIXE DE LADO TODOS OS SEUS PRECONCEITOS!

 

No dia a dia escolar, é muito comum escutarmos da boca dos pais: “Ah, vou colocá-lo em qualquer escolinha, é só para brincar mesmo…” ou então: “Ah, essas professoras que estão bem… Não fazem nada, só olham eles brincar…” Essas são frases infelizes que nós professoras somos obrigadas a escutar! E sabe por que infelizes? Porque só quem está dentro de uma escola sabe da responsabilidade que temos. Do trabalho que executamos e as marcas que poderemos deixar para os futuros alunos. É na Educação Infantil que adquirimos valores, que aprendemos a lidar com os obstáculos que a vida nos prega. Segundo nossa Professora Neide Moura (USJT), que reproduzindo a fala de seu pai, em uma aula de Sociologia nos disse: “O médico mata uma pessoa por vez… O professor mata várias!”. Isso nos leva a considerar o verdadeiro papel do educador. Nossos alunos são um pouco do que plantamos.

Venho por meio deste comentário PARABENIZAR à todos os educadores pelo seu dia!

Beijos…

Ana Paula Mota

 

 



Hoje fiquei extasiada ao me deparar com uma situação!

Noto que as crianças do dia a dia manipulam seus pais e os moldam da forma como querem, o que na realidade, na naturalidade dos fatos, os pais que deveriam moldar seus filhos com parâmetros e valores que para ele são considerados de acordo com a sociedade.

Os pais estão dando cada vez mais voz ativa aos filhos e ignoram seu jeito de pensar e agir tudo por conta de um mundo moderno e sem escrúpulos!

Será que minha mãe me criou errado? Será que estou revoltada por nada? Será que os pais que estão certos a se submeterem aos caprichos de seus filhos e eu deveria entrar na nova era moderna?

Em minha própria família vejo pessoas  fazendo as lições de seus filhos porque eles julgam estar cansados para tal afazer…  Vejo ela se descabelando por notas que os mesmos não atingiram no final do ano só para que os filhos não tomem bronca de seu marido! Vejo a revolta por serem negados de comprar uma calça de R$300,00;

Esses são casos frequentes no dia a dia dos brasileiros e que resultam em filhos delinquentes e mal educados!

SERÁ QUE ESTOU SENDO RADICAL DEMAIS?!?!?

BEIJOS….

ANA PAULA



{maio 17, 2008}   AMIZADE

Existem pessoas que são muito importantes em nossas vidas. Elas nos acopanham, nos vêem errar e começar de novo.

As vezes não concordam com muitas atitudes nossas, mas nos dão apoio e permanecem ao nosso lado quando ninguém mais quer ficar.

Não julgam porque sabem que o que é certo pra uns pra outros não o é.

Sabem que as pessoas são diferentes e que acima de tudo temo que respeitá-las.

Essas pessoas são resistentes a brutalidade do julgamento humano. Combatentes munidos de amor.

Pessoas raras. A esses anjos chamamos AMIGOS.

Na alegria tem-se um amigo e na angústia nasce um irmão. Não há força que destrua os laços de uma verdadeira amizade.

 Erika



{abril 20, 2008}   Dia do ìndio

 Dia 19 de abril é comemorado o dia do Índio e nosso BLOG  dedica este espaço prestando uma homenagem usando como destaque o índio Wilson Matos da Silva bem diferente dos índios que estamos habituados a ver nas revistinhas, desenho etc.

Wilson é pós graduado em Direito Constitucional e fala da sua luta contra o preconeito que sofre duas vezes: uma  por ser índio e outra por usar terno. Ele conta que as pessoas o olham de forma diferente sente surpresa e desprezo no olhar delas.

A gente sabe que poucos índios possuem diploma superior no país. Não tenho números oficiais, mas aqui na minha terra, sou confundido com pastor, vendedor, qualquer coisa, menos com advogado. Quando falo o que sou, índio e advogado, as pessoas se espantam.”

 

Conta do preconceito que sofreu na Faculdade, onde as pessoas o olhavam com estranheza e no primeiro trabalho realizado em grupo os únicos que fizeram sozinhos foram ele e um outro colega que era de outra cidade.

Tiraram a nota máxima e só então as coisas começaram a mudar.

 

 Wilson com bravura enfrentou e ainda enfrenta preconceitos. Mas nunca permitiu que eles o fizessem desistir daquilo que acredita.

 

Você lê a matéria copleta no globo.com /notícias/ dia do indio.

 

Erika

 

 



{abril 1, 2008}   Vontade de que?

luar.jpg

Penso… nesse pensar embarco e adormeço. Penso nas coisas que tenho vontade de fazer e ainda não fiz;

Naquelas que fiz e me arrependi e ainda as que fiz e trago saudades.

Penso nos  sonhos, nas conquistas, nas decepções e frustações…

Penso, penso…. penso.

Acordo, olho… ainda há tempo, o percurso não está completo.

Então adormeço e volto a pensar…

Penso no que tenho vontade de criar, inovar e sair por ai…

Penso na covardia..

Quantas vezes tive vontade e recuei.

Quantas outras ousei e fui… e fiz.

Dessas trago lembranças e marcas.     Saudades…

Abro os olhos e não há mais tempo, cheguei.

E você, tem vontade de que?

Erika



{março 23, 2008}   PROFESSOR (A)

 SEGUNDO O SITE WWW.WIKIPEDIA.ORG:

 Professor é o profissional que ministra aulas ou cursos em todos os níveis educacionais, a saber: Educação infantil, Educação fundamental, Ensino médio e superior, além do Ensino profissionalizante e técnicoÉ uma das profissões mais antigas e mais importantes, tendo em vista que as demais, em sua maioria, dependem dela. Nas séries iniciais da escolarização, temos uma porcentagem elevada de mulheres exercendo a função; no Brasil, com o passar dos níveis escolares, vemos a inversão dos percentuais em favor dos homens.

SER PROFESSOR É MUITO MAIS DO QUE APENAS ENSINAR TEORIAS , CONCEITOS…..

EXERCE O PAPEL DE EDUCADOR!

EDUCAR PARA A VIDA DANDO SUBSÍDIOS PARA QUE ESSA PESSOA SEJA UM POUCO MAIS DO QUE É!! SEJA ALGO ALÉM DAS EXPECTATIVAS DE NOSSOS GOVERNADORES. UM AGENTE PENSANTE… QUE AGE, PENSA E SE IMPÕE.

PROFESSOR É AQUELA PESSOA QUE EDUCA PELO SIMPLES FATO DE EXISTIR E ACREDITAR NO NOSSO POTENCIAL. FAZ UMA GRANDE DIFERENÇA EM NOSSAS VIDAS E NOS MOSTRA QUE SIMPLES PALAVRAS, PEQUENAS DEMOSNTRAÇÕES FAZEM A DIFERENÇA!

AGRADEÇO À TODOS OS MEUS PROFESSORES!!!!

OBRIGADA POR TODOS OS ENSINAMENTOS….

BEIJOS…

ANA



{janeiro 13, 2008}   PESSOAS…

 

UM DIA VOCÊ APRENDE QUE NEM TODAS AS PESSOAS SÃO COMO VOCÊ…
QUE CADA PESSOA PENSA E AGE DE UM JEITO!
ÀS VEZES DE UM JEITO QUE LHE AGRADA…
ÀS VEZES NÃO!
FALAM COISAS QUE MAGOAM E ATÉ FAÇAM VOCÊ MUDAR DE OPINIÃO!

OU COISAS QUE ALEGRAM QUE VOCÊ ATÉ PERDE O CHÃO!
AS COISAS NÃO SERÃO SEMPRE AS MESMAS…
SUAS VIVÊNCIAS O ACRESCENTARÃO!!!

É difícil de entender a humanidade, as pessoas que nos rodeiam e principalmente as pessoas que amamos… Cada um te sua forma singular e, independente de tudo temos que respeitar!!!

beijos…

ANA

 



{janeiro 9, 2008}   Uma semana no rancho…

E cá estamos nós de novo… Desta vez pra contar à vocês um pouco de como foi a nossa semana. A Ana Paula veio passar alguns dias na minha casa, lugar que chama carinhosamente de rancho… Só porque de manhã os passarinhos cantam, os cachorros latem e eu ouço músicas do fundo do baú…
A Ana é muito engraçada, ela gosta de almoçar na mesa porque ai podemos ficar conversando e eu achei muito legal isso, porque a gente acada falando muita besteira e rindo de coisas bobas.
Ela fez uma montagem do nosso almoço e chamou minha comida de gororoba…dá uma olhada:

Com certeza esta semana foi muito divertida, até fizemos umas artes e pintamos tudo quanto foi coisa que apareceu na nossa frente, mas o resultado ficou bom. Acho que temos talento hahaha.

Com certeza esta foi uma semana muito divertida, e me mostrou que as pessoas só vão embora de nossas vidas quando as deixamos ir. Quantas pessoas não passaram e se foram? Estudamos juntos 4 anos no curso de Pedagogia e nosso medo era exatamente quando acabasse porque acreditávamos que ia ser bem mais difícil nos ver. E ai estamos nós sempre fazendo alguma coisinha diferente!
Não deixem as pessoas passarem pela vida de vocês não, um amigo é um tesouro valioso e está em extinção!
Até a próxima aventura!
Bjoss



{janeiro 4, 2008}   2008… Cheguei!

MAIS UM ANO….
Sempre fazemos as mesmas promessas e listas com tudo aquilo que quermos realizar…não sei quanto a vocês, mas as listas sempre acabam no fundo de alguma gaveta. Mas toda virada do ano dizemos que desta vez vai ser diferente…
Na verdade nunca é! Talvez porque nunca fazemos nada para que seja… Então, à vocês que passam por aqui, desejo que a palavra INICIATIVA seja vivenciada em suas vidas, que tenham a iniciativa que precisam para buscar tudo o que desejam realizar em 2008.
Sem esquecer que o que faz a iniciativa ser verdadeira e digna é não precisar passar por cima de ninguém!
E vamos lá porque há muito a ser feito em marte!
Bjoss,

Erika



{novembro 26, 2007}   Mudanças X Educação

Este é um conflito que enfrento quando os meus pensamentos são trazidos para temas que envolvem a educação. Sabemos que os tempos mudam e as informações chegam avassaladoras.
A importância é aprender o novo.
Como os Educadores e até mesmo os pais devem se portar diante disso em relação a seus filhos?
Afinal embora sabendo que tudo é tão depressa, ainda temos aqueles valores guardados dentro de nós que acusam o certo ou errado, o q devemos ou nÃo fazer etc. O problema é que isso na cabeça da galerinha não tem nada a ver e não passa de tolices.
Com visões tão distintas, há um distanciamento entre as partes.
Qual o melhor posicionamento do educador diante dessas mudanças rápidas em relação a educação? Seja professor ou pais, o que podemos fazer?
Erika



{setembro 13, 2007}   Que raio é esse?

É uma página dedicada a apresentação dos raios que por aqui passarem e quiserem deixar algo resgistrado sem restrição de assunto.

A nós Raios:

Se eu pudesse pedir algo com a certeza de ser atendindo,

pediria que as pessoas tivessem oportunidade de se olharem.

Não olhar daqueles de ver, como quando olhamos para uma janela,

Mas o olhar de perceber além dela…

Olhar uma pessoa além da janela de seus olhos é adentrar em sua essência e conhecê-la.

Assim, certamente as pessoas apontariam menos, enxergariam menos defeitos e não

perderiam a oportunidade de viajar à um mundo exclusivo feito de semelhanças e

diferenças, qualidades e defeitos com a qualidade de ser único.

À vocês raios:

Não tenham medo do olhar, não permitam que a vontade de julgar seja maior que a

possibilidade do conhecer.

  E saiba ainda que mesmo em meio a multidão você é percebido porque és único!

Erika Ramos

erika.jpg



A VONTADE DE FAZER UMA TATUAGEM NÃO PÁRA DE ME ATORMENTAR! SONHO COM DESENHOS… VOU EM SITES  PROCURO POR DESENHOS DIFERENCIADOS, DELICADOS, FEMININOS E QUE SEJA DO MEU GOSTO…. MAS, NADA ENCONTRO!!!COM MEU PIERCING NÃO FOI DIFERENTE! ESTAVA COM AQUILO NA CABEÇA DESDE MEUS 14 ANOS, MAS, COMO ERA MENOR DE IDADE MINHA MÃE ME PROIBIA! MÊS PASSADO NÃO PENSAVA EM OUTRA COISA A NÃO SER EM MEU PIERCING! FUI AO LOCAL E… FIZ!

MEU TÃO SONHADO PIERCING!!!!                                

TODOS ME PERGUNTARAM: E SUA MÃE, O QUE DISSE?

AH, ESTA POR SUA VEZ NÃO SABIA! APENAS APARECI COM MEU NOVO OBJETO NO NARIZ!

MINHA MÃE É CONTRA! ELA DIZ QUE COM O USO DE PIERCINGS E TATUAGEM FICA MAIS DIFÍCIL ENCONTRAR EMPREGO, QUE AS CRIANÇAS SE ESPELHAM MUITO EM SUAS PROFESSORAS E QUE ESTE PODERIA NÃO SER UM BOM EXEMPLO.

POR UM LADO ENTENDO MINHA MÃE. ELA É EXTREMAMENTE RÍGIDA E TRADICIONAL, TEM QUASE 60 ANOS, PENSA COMO BOA PARTE DA SOCIEDADE… MAS, POR OUTRO LADO A VONTADE FALA MAIS ALTO…

AGORA FICA AQUI MINHA DÚVIDA: OS PIERCINGS E AS TATUAGENS INFLUENCIAM NA ESCOLHA DE UM FUNCIONÁRIO?

 ANA PAULA MOTA

atgaaadzurzmweu94tlaqdeufafzii8mlkcyz2ttq8nfgooe6vgnvh-s2hnj7cmghsxy6ft5injr8jzfwidde3_umtimajtu9vataywfzxtpg0hf3srynemcewsplq1.jpg



pae060301.jpg

BRINCADEIRA DE CRIANÇA

COMO É BOM LEMBRAR…

PIPA, PIÃO, CARRINHO DE ROLEMÃ

FÁCIL DE CONFECCIONAR

MENINAS COM SUAS BONECAS

SIMULANDO SENHORAS DO LAR

MENINOS EM SEUS VÍDEO-GAMES

PULANDO, GRITANDO E SEMPRE A BRINCAR…

COMO É BOM LEMBRAR DESTA INFÂNCIA,

QUE NUNCA MAIS VAI VOLTAR…

Esta poesia foi feita no nosso primeiro projeto do primeiro ano de pedagogia… Marcante, não?!?!

Como nossas brincadeiras!!!

Ao reler pensei comigo: Por que as crianças não brincam mais como antigamente? Por que estão tão ligadas aos vídeos-game, computadores? Como resgatar esses valores que muitas vezes são esquecidos?

O intuito deste post é resgatar brincadeiras do “BAÚ DA VOVÓ”, isto é, coloquem suas opiniões e posteriormente a brincadeira que vocês mais gostavam em sua infância!

Ana Paula Mota



 A comunicação da verdade…

Será que a comunicação implica somente em abrir a boca e emitir alguns sons? Ou ouvir algo que alguém tem a dizer e responder: uhum… é…?

Assisti no dia 28/8/07 na Universidade São Judas Tadeu uma palestra com o professor Dalcides que leciona para o curso de administração . Até então não o conhecia mas confesso que ficaria dias o ouvindo falar.

Uma da primeiras coisas dita por ele foi exatamente que só a sentido nas técnicas se elas forem expressão do que sentimos. Afinal uma coisa é o que dizemos e outra o que sentimos. Referindo-se as técnicas de comunicação.

Se a fala não for expressão da vida, a própria vida se encarrega de acabar com a farsa.

Você já parou pra pensar que existem milhares de pessoas a seu redor, porém cada uma delas possui uma expressão digital que nenhum ser humano tem igual? As pessoas são únicas, trate-as assim.

As vezes as pessoas nos procuram para conversar sobre coisas que estão acontecendo em sua vida, busque o mesmo intusiasmo em ouvir que ela ao falar. Descubra o porque aquele assunto é tão apaixonante pra ela e proponha-se a escutar.

O maior contato que existe entre as pessoas é o olhar que espelha a fala do seu interior. Ouça as pessoas olhando-as nos olhos e descubra um grande segredo.

Você já olhou a pessoa que está ao seu lado hoje?



{agosto 25, 2007}   Faleceu virou estrelinha?

Ontem, ao assistir o filme “Xuxinha e Guto contra os monstros do espaço” com meus alunos, pude lembrar-me de algumas situações delicadas que já passei em meu cotidiano nas escolas as quais fui e sou funcionária…

Uma fala da Xuxinha me chamou muita atenção: Eu to com medo! As pessoas se machucam, a vovó e o vovô podem morrer, podem acontecer tantas coisas tristes para quem vive no mundo…

Às vezes fico me questionando: Como tratar de assuntos tão delicados como a MORTE com nossos alunos de educação Infantil e ensino fundamental? Como falar nessas circunstâncias?

Será que o que escutamos na nossa infância ainda é conveniente falar, como por exemplo: A titia, ou o papai, o vovô (seja quem for) virou uma estrelinha e vai estar sempre ao seu lado? Ou até… O papai do céu levou tal pessoa para o seu lado e ele está muito feliz em poder acompanhá-lo lá de cima? Como fazer nas datas comemorativas?

Às vezes eu invento histórias aos meus alunos baseado em tudo o que me foi dito um dia, sei que não poderei suprir a vontade de estar perto, a saudade… Mas, gostaria de poder ajudá-lo entender um pouco mais.

Sei que esse assunto é delicado, portanto peço que opinem!

Beijos a todos (as)

Ana Paula Mota

  



{agosto 20, 2007}   MORTE EM MASSA…

Esta semana uma professora na Universidade disse que algo que é interessante refletirmos:
Seu pai queria que os filhos fossem advogados, médicos… ela lhe disse que gostaria de ser professora e veja a consideração SIGNIFICATIVA que ele fez:

Filha, o médico mata um de cada vez; Professor mata quarenta.

Hoje a minha mãe acabou rindo quando lhe disse que não gostaria de ser responsável por uma morte em massa e tenho consciência de que, para que isso não aconteça é necessário uma entrega e respeito, de tal forma que comece por não fazê-lo sentir que perdeu tempo quando entrou na escola.
Erika Ramos



et cetera